xx

ECONOMIA SOLIDÁRIA

  NOVAS REGRAS

 

ARTIGOS PUBLICADOS

 

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS E CONHEÇA MELHOR SOBRE A ECONOMIA SOLIDÁRIA

 

VEJA VÍDEOS SOBRE ECONOMIA SOLIDÁRIA NO CANAL DO YOUTUBE

 

álbum

 

ROSALVI MONTEAGUDO

 

Release

Rosalvi Monteagudo é contista, pesquisadora, professora, bibliotecária, assistente agropecuária, funcionária pública aposentada e articulista na internet.

 

Mestre em Cooperativismo pelo CEDOPE/UNISINOS (São Leopoldo, RS) e autodidata, lê e estuda sobre Economia e o forte papel que exerce no social.

Sensível às necessidades brasileiras, analisa, observa atentamente e passa a refletir o saber. E preciso um reexame das regras e princípios que evoluem o terceiro Setor como meio de cooperar com os problemas socioeconômicos do país. Percebe Sua importância para a época atual e Começa a estudá-lo profundamente. Publica vários artigos. Cria o COOPSOVr, que são novas regras via software, a fim de beneficiar-se da redução do custo on-line.

Foi editora responsável do boletim informativo do ICA/SAA, São Paulo, no qual criou o espaço "Comentários; repensando o cooperativismo". Organiza cursos, conferências, estandes em feiras etc. Exerce várias atividades concomitantes, como voluntária na Pastoral da Criança, presidente- fundadora da Econsolidaria, além de constituir e participar de diversas associações. Empreendedora socioeconômica, participou ativamente de oficinas  palestras do Fórum Social Mundial, de 2002a 2005.

 

Publicações:

- Revisão das regras dos princípios coope-rativistas, 2001

- Economia solidária; novas regras, 2002

- Autonomia na organização da iempresa; uma sugestão para o desemprego, 2004

- Sustentabilidade socioeconômica, via web-service, 2006

- Administração e a contabilização/ accountability para o terceiro setor, 2007

- Economia digital e sustentabilidade, 2008

CITAÇÕES   BIBLIOGRÁFICAS

 

1.       Abreu, Ivo. Inclusão Digital & Educação –HTTP.//desígnio.com.sapo.pt/Etica/etic_04_InclDigital Edu.htm  13/maio/2007

 

2.       Hendges, Margot. Educação e capacitação cooperativa: sua importância e aplicação.econômicos.fiscolex.com.br  ¨6/03/2011 

 

3.       Arcoverde, Ana; Melo, Creusa; Silva, Leonidas.  O Estado, os blocos econômicos e as cooperativas. V Encontro de Pesquisadores Latino de Cooperativismo. Ribeirão Preto, São Paulo, 08/08/2008. 

 

4.       Cruz, Rogério Teixeira. A potencialidade do associativismo e do cooperativismo na lInternacionalização De Produtos de Micro e Pequenas Empresas-O Exemplo da Cachaça. Rev.de Negócios internacionais, Piracicaba, 4(7):35-41,2006

 

5.       Alencar, R.; Avila, E; Belli,M; Dalagnelo,E; Gress, F.; Machado, m.; Pereira,E.; Santos,J.; Serpa,A. CEPESI: uma nova forma de Economia Solidária. Asociación Colombiana de Universidades-ASCUN ; IX Congreso Iberoamericano de Extension Universitária, Bogota-Colombia, 2006.

 

6.       Jorge,C.; Santos, F. Aeconomia solidária e as novas relações de trabalho no capitalismo contemporâneo. Universidade Federal de Juiz de Fora,S.D.

 

7.       Previdi, Mariele F.A economia solidária e a imprensa no governo Lula.  São Paulo, PUCSP-Pontificia Universidade Católica de São Paulo, 2005.

 

8.       Grossi, M., Oliveira, M., Souza, W. A distribuição do conhecimento na sociedade    de informação, S.L.P., 2005.

 

9.       Angelo, Carolina Barbosa. Pessoas desenvolvendo processos estudode caso: SICOOB Nova Venecia, 2005.

 

10.   Gomes, Tiago. A aplicação do código de defesa doconsumidor nas relaçõesde compras e vendas virtuais. Porto Velho, Centro Universitário São Lucas- Coordenação do curso de direito, 2017.

 

11.   Compart, A.; Oliveira, G. Cov ( desenvolvimento institucional, transformação social)=?. Rev.S3 Terceiro setor, ano I, 1,2010.

 

12.   Gomes, H.S.; Souza, J.L.; Santos, A.R.  Políticas para a economia solidária. S.L.P., S.D.

 

13.   Boff, Priscila da Rosa; Habn,Renata dos Santos. Planejamento estratégico: relato da experiência de implementação na ATUORI. S.L.P., 2012.

 

14.   Prêmoli, Kátia. Perfil e característica de mulheres em empreendimentos sociais: Estudo nos empreendimentos econômicos solidários.. Itajaí,  Universidade do Vale do Itajaí, 2011

 

 

 

RESENHAS

 

1-COOCEFECAM. Cooperativismo e tecnologia da informação reduzem desigualdade social. http://www.coocefetcam.com.br 25/06/2008 

 

2.Terceiro setor tem rede de cooperação. www.bempublico.com.br  17/07/2007 

 

3. Auto sustentabilidade – sugestão via websevice. www.ajudabrasil.org 11/06/2007 

 

4.Auto-sustentabilidade econômica – via WebService. www.segs.com.br 30/05/2007

 

5. Informativo Confebrás. Cooperativismo e tecnologia da informação reduzem desigualdade social. www.coocefetcam.com.br  29/04/2007

 

6. Tecnologia da informação a serviço do homem.www.2bexpo.com.br 21/05/2003. 

 

7. Sustentabilidade econômica para o terceiro setor. www.asocial.calepino.com.br  

 

8. Novas regras para a economia solidária. www.revistafatorbrasil.com.br  

 

 

 

 

linha horizantal.jpg.png

Assessoria de Imprensa:

PróCultura Comunicação Impresarial

(11) 3263-0197

 

Jornalista Responsável:

Maria Clara Moura

mariaclara@procultura.com.br

(11) 9 7071-8348

linha horizantal.jpg.png